Vantagens e desvantagens de uma piscina de água salgada

A tendência é para surgirem cada vez mais piscinas de água salgada como alternativa às tradicionais piscinas de cloro. Ambas têm vantagens e desvantagens, por isso, descubra se uma piscina de água salgada é a ideal para si.

Vantagens

  • Menos químicos: uma das grandes vantagens das piscinas de água salgada é a redução no uso regular de químicos tóxicos, o que para além de excluir o cheiro do cloro, faz da piscina de água salgada uma alternativa muito amiga do ambiente.
  • Menos manutenção: uma piscina de água salgada requer muito menos manutenção do que uma piscina de cloro uma vez que estas têm um funcionamento de auto limpeza que não requer uma atenção constante. O gerador de cloro encarrega-se de converter o sal numa espécie de cloro que assegura a higiene da piscina, evitando ainda a formação de algas.
  • Custo: embora o investimento inicial de uma piscina de água salgada possa ser mais elevado quando comparado com uma piscina tradicional, esse é um investimento que trará retorno a médio-longo prazo, devido aos seus custos baixos de manutenção. Estima-se que custa, em média, menos 50% manter uma piscina de água salgada em relação a uma piscina de cloro.
  • Bem-estar: nadar numa piscina de água salgada é uma experiência muito agradável, uma vez que o sal é mais suave na pele do que o cloro. Para além disso, uma piscina de água salgada não provoca sintomas como olhos vermelhos, pele irritada/com comichão e cabelo danificado/descolorado, típicos das piscinas com cloro.
  • Saúde: é sabido que as piscinas de cloro criam organoclorados que, espelhando as hormonas humanas, podem contribuir para a infertilidade, para perturbações no sistema imunitário e a formação de alguns tipos de tumores, para além de serem prejudiciais para quem sofre de asma ou enfisema. Com uma piscina de água salgada, não existe a formação de organoclorados.

Desvantagens

  • Funcionamento: uma das desvantagens das piscinas de água salgada está relacionada com o seu modo de funcionamento, ou seja, para que o seu sistema opere sempre a 100%, a bomba tem de estar constantemente a trabalhar, o que vai, naturalmente, aumentar os custos energéticos.
  • Incrustações: um sistema de piscina à base de sal vai atrair muito mais cálcio às suas placas de titânio antes de este ser reintroduzido na água – o excesso de cálcio irá contribuir para a formação de depósitos do mesmo na superfície da piscina. Este problema é bastante comum nas piscinas de água salgada e requer uma maior limpeza, até para evitar a corrosão da piscina.  
  • Corrosão: um dos maiores problemas, e consequente desvantagem das piscinas de água salgada, é a corrosão. O sal é uma substância por si só bastante corrosiva, podendo facilmente deteriorar as áreas em metal da piscina e a sua superfície, assim como o mobiliário de exterior. Para além disso, se a piscina for aquecida, o sal pode gerar cloro em excesso e dissolver o aquecedor em poucos dias.
  • Custo: embora sejam mais económicas em termos de manutenção, as piscinas de água salgada são mais caras do que as piscinas de cloro, requerendo um investimento inicial mais avultado. Para além disso, o equipamento e as peças de substituição para uma piscina de água salgada também são tradicionalmente mais caras.
A sua votação: 
Average: 4.4 (37 votos)

Leia também: