Top 8 tipos de tratamentos para piscinas

Tratamentos para piscinas

O sistema de filtro de uma piscina é essencial para manter a água limpa, mas são os tratamentos que asseguram a saúde e o funcionamento pleno das piscinas. Os produtos químicos são os mais utilizados nos tratamentos para piscinas e estes são os oito mais populares.
Porque é que as piscinas requerem tratamentos especiais?
Para além de um sistema de filtro a funcionar a 100%, manter uma piscina limpa, higiénica e apelativa requer um equilíbrio perfeito entre a água e os produtos químicos que nela são aplicados. Caso contrário, uma piscina com água que não é tratada pode apresentar um sem número de problemas: a água pode apresentar-se escura e turva, sendo ainda potencialmente perigosa quando em contacto com a pele ou olhos; o desenvolvimento de bactérias nocivas para a saúde; o desenvolvimento de algas que, para além de ser esteticamente desagradável, pode promover a formação de bactérias prejudiciais; uma água quimicamente desequilibrada pode danificar a própria piscina.
Top 8 tipos de tratamentos para piscinas

  1. Tratamento de cloro: um dos químicos mais importantes no que toca aos tratamentos para piscinas – se não o mais importante – é definitivamente o cloro. Químico multifuncional, não só mantém a limpeza da água da piscina, como desinfeta-a, eliminando bactérias e outros microorganismos que possam ser nocivos para a saúde de quem utiliza a piscina. O tratamento de cloro está disponível em pastilhas, tabletes e pó granulado; mas também existem alternativas ao cloro.
  2. Tratamento de pH: um dos aspetos mais básicos na manutenção de uma piscina é assegurar o nível de pH da sua água, que deve ser testado regularmente. Um bom nível de pH situa-se entre os 7.2 e os 7.6; o nível ideal situa-se entre os 7.4 e 7.5. Em termos de tratamento para piscinas, se verificar um nível inferior a 7.2, deve aplicar um incrementador de pH, para subir esse valor; se verificar um nível superior a 7.6, deve aplicar um redutor de pH, para baixar esse valor – ambos estes produtos existem em forma de pó granulado ou em líquido.
  3. Tratamento anti-algas: as algas são uma ameaça constante à estrutura e ao aspeto visual da piscina e o seu tratamento consiste na aplicação de um algicida. O tratamento anti-algas para piscinas pode ser standard ou de concentração elevada e a sua aplicação depende do tamanho da piscina e do nível de atuação necessária.
  4. Tratamento choque: o tratamento choque para piscinas é exatamente aquilo que o seu nome sugere – quando a água da piscina se torna instável (nomeadamente devido à formação de cloraminas), ou seja, passa a causar a irritação da pele e dos olhos e a libertar um odor muito desagradável, é necessário efetuar um tratamento choque. Existem produtos específicos para este tratamento, de forma a assegurar a sanificação da água, re-estabelecendo assim o seu equilíbrio.  
  5. Tratamento de limpeza da linha de água: este tratamento para piscinas está especificamente pensado para a limpeza da linha de água, ou seja, a limpeza da sujidade e gordura que se acumula nas paredes das piscinas acima da linha de água. Para efetuar este tratamento, pode utilizar um produto específico para o efeito, em gel ou líquido.
  6. Tratamento clarificador: por vezes, as partículas de sujidade ou lixo que entram para a piscina são demasiadas pequenas para serem filtradas e a sua acumulação torna a água da piscina escura e turva. Nestes casos, é necessário aplicar um tratamento clarificador que não é mais do que um líquido clarificador de água que é adicionado à água da piscina, fazendo com que as pequenas partículas se juntam para formar partículas grandes que, por sua vez, são mais facilmente filtradas e/ou aspiradas.
  7. Tratamento anti-calcário: outro tratamento popular para piscinas é o tratamento anti-calcário que combate a formação de sais cálcicos na água. A existência de sais cálcicos na água pode levar ao aparecimento de incrustações na estrutura da piscina, causando danos e a consequente deterioração da mesma. Utiliza-se um produto anti-calcário para efetuar este tratamento para piscinas.
  8. Tratamento contra metais pesados: as pequenas partículas de metais podem escapar ao filtro da piscina e manterem-se suspensos na superfície da água. A sua não remoção pode causar manchas nas paredes da piscina, o que implica um tratamento contra metais pesados – procure um produto químico específico para o efeito.
A sua votação: 
Average: 4.3 (27 votos)

1 comentário for 'Top 8 tipos de tratamentos para piscinas'

As orientações são ótimas e as utilizo todas com produtos HTH. Acontece que venho percebendo uma camada de gordura na superficie da água, bem como no fundo da piscina sinto o chão da mesmo um pouco áspero. Gostaria de contar com a sua ajuda no sentido de orientar como fazer, esclarecendo que faz quase 5 anos que não troco a água da piscina. Obrigado pela orientação.

Fervens was created by Design Disease for WordPress, brought to you by Smashing Magazine.
Ported to Drupal by Leow Kah Thong - Freelance Drupal Developer.