Saunas: comportamento e dicas

Mulher na sauna

Se nunca experimentou os efeitos de uma sauna, só podemos dizer que… não sabe o que está a perder! Trata-se de uma experiência revigorante, ao mesmo tempo que lhe permite relaxar e repousar, já não falando nos consagrados efeitos positivos que terá para a saúde.

Mas talvez esteja hesitante porque não sabe ao certo o que deverá fazer. Como se deve comportar numa sauna? Quanto tempo lá deve ficar? O que é que não deve fazer em qualquer caso? Para que não lhe reste qualquer dúvida, aqui ficam algumas informações e dicas úteis.

Para começar, convém inteirar-se dos dois tipos diferentes de sauna: húmida e seca. Ambas variam na intensidade e sobretudo na temperatura, mas não se pode dizer que uma seja mais indicada que outra: a decisão dependerá sobretudo do gosto. Por isso a melhor forma é conhecer uma e outra, e experimentar por si!

A sauna húmida, ou a vapor, é utilizada há milénios um pouco por todas as culturas. Consiste em receber banhos intensos de vapor gerado através de mecanismos próprios. A temperatura habitual nesta modalidade oscila entre os 40ºC e os 50ºC, e tem a vantagem adicional de lhe permitir respirar o vapor, com benefícios para as vias respiratórias.

Quanto à sauna seca, trata-se de uma herança finlandesa, país onde ainda hoje é extremamente popular e para muitos um hábito diário. Neste caso, o calor é gerado através de pedras quentes, nas quais se deita ocasionalmente água para aumentar a temperatura. Dadas as características da sauna seca, o corpo humano tolera facilmente temperaturas invulgarmente altas: nunca descem dos 60ºC, mas nalguns casos chegam mesmo aos 80ºC sem causar incómodo (bem pelo contrário).

Posto isto, que passos deve seguir?

Em primeiro lugar, deverá tomar um duche rápido antes de entrar na sala. O calor intenso irá fazê-lo suar imenso, abrindo os poros da pele e actuando como agente purificador. Por isso mesmo deverá certificar-se que não entrará na sauna com a sujidade habitual do quotidiano, que na sua maioria não é sequer visível.

Em seguida, existe uma regra de ouro: ao entrar (ou sair) da sauna, nunca abra a porta durante mais tempo do que o estritamente necessário. Sempre que o faz, provoca uma quebra da temperatura, que será tanto maior quanto mais tempo deixar a porta aberta. E isso apenas lhe criará “inimigos”…

Uma vez dentro da sauna, resta-lhe desfrutar a experiência, relaxando o máximo que conseguir. Inspire fundo de forma regular e pausadamente – sobretudo no caso do vapor.

Quanto à duração da sessão, o tempo que ficar dentro da sauna depende apenas de si. Cada organismo tem um metabolismo diferente, e algumas pessoas aguentarão mais do que outras. O melhor será ouvir o seu próprio corpo, já que este se encarregará de lhe dizer que já foi suficiente. Se o calor se tornar incomodativo, experimente refrescar-se com água fria.

Se desejar, pode mesmo sair da sauna para tomar um banho frio, alternando entre altas e baixas temperaturas. Pode fazê-lo tantas vezes quanto quiser, uma vez que se trata de algo bastante saudável.

Asssim sendo, a nossa sugestão é experimentar uma e outra e só assim poderá decidir qual a melhor para si!

Algumas dicas úteis:

  • Apesar de todos os benefícios para a saúde, as altas temperaturas da sauna podem constituir algum perigo para pessoas com problemas cardíacos, devido ao esforço que impõem. O mesmo pode também aplicar-se a pessoas com problemas de pressão arterial alta, e deverá sempre consultar previamente o seu médico.
  • Deve evitar refeições e bebidas alcoólicas antes de ir para a sauna. Já após a sessão pode e deve repor os líquidos do seu organismo, mas limite-se a refeições leves, como por exemplo uma salada.
  • Por questões óbvias de higiene, sente-se sempre numa toalha, mesmo que não vá para a sauna como veio ao mundo!
  • Uma vez dentro da sauna, irá reparar que esta tem assentos em vários níveis de altura. Quanto mais alto se sentar, mais alta será a temperatura a que está sujeito.
  • Pode optar por aromatizar a sauna, bastando para isso colocar ambientadores ou folhas e plantas no seu interior. No caso da sauna seca deverá antes adicionar a essência desejada à água, ou em alternativa colocar as plantas ou folhas por cima das pedras quentes.
  • Sabia que nos países nórdicos é comum fazer reuniões de trabalho em saunas? Não estamos a sugerir que proponha aos seus colegas que se encontrem consigo na sauna junto ao escritório para aquela análise aos relatórios, mas o que é certo é que a sauna é também um meio de socialização especial. Experimente realizar algumas sessões com amigos e/ou família, e verá como aquele ambiente terá efeitos positivos nas suas relações pessoais.
  • No final da sessão, dê tempo para o seu corpo recuperar a temperatura original, e evite vestir logo as suas roupas.
A sua votação: 
Average: 4.6 (75 votos)
Fervens was created by Design Disease for WordPress, brought to you by Smashing Magazine.
Ported to Drupal by Leow Kah Thong - Freelance Drupal Developer.