O que são piscinas biológicas?

Piscinas biológicas

Num tempo em que as preocupações ecológicas têm cada vez mais relevância, também as piscinas podem ser mais amigas do ambiente: chamam-se piscinas biológicas e a sua manutenção fica inteiramente a cargo de plantas aquáticas que asseguram mergulhos 100% verdes e sempre refrescantes…

O que são piscinas biológicas?

As piscinas biológicas podem ser descritas como sendo lagos artificiais que são escavados no terreno onde a piscina será instalada e que são protegidos com uma tela impermeável de elevada qualidade. Qual é, então, a principal diferença entre uma piscina biológica e uma piscina tradicional? As piscinas biológicas não requerem cloro nem filtros, mas subsistem graças às plantas aquáticas colocadas numa das áreas da mesma e que garantem a limpeza e a manutenção da própria piscina biológica. Como? Através da libertação de oxigénio que caracteriza o processo de fotossíntese. Uma piscina amiga do ambiente, sem dúvida…

Como se constrói uma piscina biológica?

A construção de uma piscina biológica requer um terreno plano com uma área com pelo menos 10 x 15 metros. Após a habitual escavação, o buraco é impermeabilizado com uma tela que é solidamente afixada no local e a piscina é dividida em dois espaços distintos – a zona de lazer e natação e a zona das plantas aquáticas, as responsáveis pela manutenção da piscina biológica. O buraco é depois enchido e a tela impermeável fica completamente invisível. Graças à presença das plantas aquáticas, o resultado final é uma piscina com um ar muito natural, muito semelhante a um lago.

Que tipo de plantas são utilizadas e qual o seu papel?

As plantas aquáticas utilizadas nas piscinas biológicas são criadas em viveiros, especificamente para este efeito e são fornecidas por uma empresa especializada na construção deste tipo de piscinas. Estrategicamente plantadas numa zona da piscina biológica, estas plantas aquáticas têm um papel crucial porque são inteiramente responsáveis pela limpeza e saúde da própria. Como é que isto se processa na prática? As plantas aquáticas purificam a água sempre que libertam oxigénio, o que ocorre durante o típico processo de fotossíntese que caracteriza a flora. Uma vez que a água da piscina biológica estará constantemente a ser oxigenada, o risco da produção de microrganismos e bactérias é praticamente inexistente. De uma forma 100% natural e extremamente saudável, as plantas aquáticas substituem, na perfeição, os filtros e químicos habitualmente associados à limpeza das piscinas convencionais. As plantas são subsistentes e regeneram-se continuamente, por isso, não necessitam de qualquer tipo de tratamento específico. Por parte do proprietário, requer-se apenas que se retire as folhas ou outro lixo que pode surgir na superfície da piscina biológica e que se aspire o fundo 1 a 2 vezes por mês para evitar a formação excessiva de calcário.

Quanto custa uma piscina biológica?

Dependendo do tamanho da piscina biológica a construir e dos materiais utilizados na sua construção (um acabamento em betão é mais caro do que o revestimento com uma tela impermeabilizada), os custos finais rondam os €125 | R$295 por metro quadrado. Por norma, este valor não cobre o custo associado à água do primeiro enchimento.

Principais vantagens e desvantagens das piscinas biológicas

Como qualquer tipo de piscina, também as piscinas biológicas apresentam vantagens e desvantagens – avalie cada um dos pontos antes de decidir se uma piscina biológica é a escolha acertada para a sua casa.

Vantagens

  • Um ambiente 100% natural, ecológico e saudável, que não requer o uso de químicos ou cloro.
  • Custos de manutenção reduzidos.
  • Tempo de manutenção reduzido.
  • Como a piscina biológica não requer equipamentos elétricos, não existem custos energéticos.
  • Em termos estéticos, surge como uma zona tranquila e visualmente apelativa no exterior da casa.
  • Mais-valia em termos imobiliários.
  • As piscinas biológicas ajudam a equilibrar o ecossistema, eliminando a presença de insetos indesejados.
  • Perfeitas para quem adora estar em contacto com e observar a natureza, promoção da biodiversidade (fauna e flora).
  • Apesar do seu aspeto natural e da existência de plantas aquáticas, as piscinas biológicas não atraem mosquitos.
  • Mesmo depois de um inverno rigoroso, em que a piscina fica hibernada, as plantas voltam sempre a florescer na primavera e não necessitam de ser substituídas.
  • A tela impermeabilizada é mais barata do que o acabamento em betão e tem uma maior longevidade.
  • Pode criar uma borda em torno da piscina biológica tal e qual os modelos mais convencionais ou deixá-la com um aspeto mais natural.

Desvantagens

  • Custo inicial elevado.
  • Requer que a construção seja feita por parte de uma empresa especializada em piscinas biológicas. Não existem muitas e as deslocações das mesmas podem aumentar o custo final.
  • Existência de animais anfíbios na zona das plantas aquáticas e que podem ocasionalmente surgir na zona de banhos.
  • Necessita de adquirir um aspirador para piscinas.
A sua votação: 
Average: 4.2 (14 votos)

Comentários

Prezada equipe da abc piscinas,
Antes de mais, quero felicitar-vos pelos conteúdos do vosso site, em especial este artigo, o qual está bem estruturado e transmite a ideia básica de uma piscina biológica. No entanto, notei diferenças em relação às BioPool™ que eu construo.
Permitam-me assinalar algumas afirmações feitas neste artigo:
- "As piscinas biológicas não requerem cloro nem filtros.";
- "A construção de uma piscina biológica requer um terreno plano com uma área com pelo menos 10 x 15 metros.";
- Uma das vantagens descritas: "Como a piscina biológica não requer equipamentos elétricos, não existem custos energéticos".
Ora, relativamente à primeira afirmação, posso garantir que os Filtros Biológicos são um dos elementos essenciais para uma qualidade balnear durante todo o ano. Eles são encarregados de manter um enorme exército de bactérias benéficas, cujo objetivo é eliminar qualquer foco de bactérias nocivas. Quanto ao uso de cloro, ou qualquer outro tratamento químico, estamos plenamente de acordo.
Relativamente à segunda afirmação, posso comentar que, antigamente, por cada 150m2 de espelho de água, 100m2 eram ocupados pelas zonas de depuração e regeneração e somente 50m2 para banhos. Com os últimos avanços tecnológicos, a equação inverteu-se, permitindo realizar uma piscina biológica em espaços de apenas 50m2, com área de natação de 7,5 X 5m.
E quanto à terceira afirmação, uma das vantagens nas BioPool™ que eu construo é o facto de permitirem uma poupança de 60% no consumo elétrico relativamente a uma piscina química, uma vez que a harmonia do ecossistema reside no movimento contínuo da água, realizado por bombas de baixo consumo.
O funcionamento destes ecossistemas aquáticos é simples, apesar de ter a sua ciência, como tudo na vida. A depuração da água através das plantas, complementada com os filtros biológicos, é um processo similar ao que se observa nos rios e lagos naturais. Fundamentalmente, o que eu faço é imitar a Natureza, reproduzindo o seu Princípio Básico de Sustentabilidade, a sua infinita capacidade de auto-regeneração. O equilíbrio entre todos os elementos é fundamental para a existência de uma água perfeitamente cristalina e pura durante todo o ano.
Permitam-me fazer-vos um breve resumo dos motivos que me levam a contactá-los, no âmbito do estudo de mercado que estou efectuando.
As minhas pesquisas pela net iniciaram quando, no princípio deste ano, me propus encontrar uma empresa no Brasil que estivesse interessada no desenho e realização de piscinas biológicas integradas em jardins, ou que, já construindo, ainda não estivesse a par das inovações que estes ecossistemas conheceram nos últimos dois anos, podendo ser a troca de ideias nesse caso, uma mais-valia para ambas as partes.
As informações que tenho recolhido na net levam-me a pensar que, provavelmente, esta vertente do paisagismo não estará ainda muito difundida aí. Tal como refere o vosso artigo, actualmente não existem muitas empresas a desenvolver projetos de piscinas biológicas.
Tenho recebido alguns feedbacks de arquitetos a quem enviei a apresentação do meu trabalho, onde me comentam que as piscinas biológicas são cada vez mais procuradas.
Prezados amigos, a minha intenção é poder contribuir com a divulgação e realização no Brasil destes belos e exuberantes biótopos. Estou procurando alguém que esteja interessado em promover uma parceria ou algum tipo de joint venture com a finalidade de implementar o desenvolvimento de projetos neste setor.
Podem consultar a Newsletter BioPool Verão 2011, que coloquei no Issuu. Eis o link: http://issuu.com/organicaxxi/docs/newsle....
Agradeço desde já a atenção dispensada. Na expectativa de notícias vossas, fico à inteira disposição para qualquer informação suplementar.
Cordiais cumprimentos.
Atentamente,
Luís Filipe Pereira
ORGANICA - Biopool'n'Garden
e-mail: [email protected]

Bom dia equipa do abc piscinas.
Gostaria de saber se é necessário filtro para piscina biológica com água corrente de uma mina de água natural da montanha .
Obrigado .

Leia também: