Como fazer um lago Koi

Lago Koi

Um lago Koi é um elemento único de decoração que, atualmente, está presente em inúmeras propriedades públicas ou privadas e dá a conhecer a beleza exclusiva das paisagens naturais. Saiba como fazer um lago Koi e acrescente uma mais-valia à decoração da sua casa e espaço exterior.

O que é um lago Koi

O Koi é um peixe de grandes dimensões, à semelhança da carpa e, nos últimos anos, tem vindo a tornar-se muito popular na decoração dos lagos dos lares residenciais e estabelecimentos comerciais. Trata-se de um tipo de peixe de água fria, bastante resistente e saudável que necessita de estar num local com um metro de profundidade de água para conseguir sobreviver, daí o lago ser o seu habitat natural. Os lagos e as piscinas têm as suas vantagens e desvantagens e são muito similares em muitos aspetos, no entanto, os lagos são mais fáceis de desenhar e de instalar. Um lago Koi é, sem dúvida, uma mais-valia para o embelezamento de um espaço exterior, uma vez que o torna mais rico e natural e qualquer pessoa pode construí-lo de acordo com as suas preferências e gostos pessoais.

Como fazer um lago Koi

A construção de um lago Koi é de fácil realização e pode ser concluída apenas num só dia, se reunir todos os materiais necessários e se tiver uma pequena ajuda suplementar na colocação dos mesmos. Conheça os passos básicos que deve seguir na construção do seu lago Koi. São eles:

Estudar o local onde vai ficar o lago Koi: deve estudar minuciosamente o local onde vai ficar o lago Koi, de modo a que quando chegar o momento da sua colocação não aconteça nenhuma falha. Utilize uma mangueira de jardim para determinar o perímetro do lago, pois assim fica com a perceção do espaço que ele vai ocupar.

Deve ter em atenção que um lago Koi incorpora um material plástico flexível, portanto qualquer configuração horizontal ou vertical pode ser criada. Observe o seu projeto de todos os ângulos e escolha a melhor localização para o lago, tendo em conta a posição das janelas, pátios e outros locais com vistas privilegiadas.

Se pretender colocar lírios de água, certifique-se que a área onde vai fazer o seu lago fica cerca de 5 horas exposta ao sol, dado que esta é uma planta que necessita de muita luz. Se, por outro lado, construir o seu lago entre árvores, considere o trabalho que mais tarde terá na sua manutenção, nomeadamente ao retirar todas as folhas que lá possam cair. Assim que tiver a certeza da localização do lago, utilize uma tinta de spray para marcar o perímetro e remova a respetiva mangueira de jardim.

Desenhar a canalização: considere o local onde a bomba, as mangueiras, o abastecimento elétrico e o filtro biológico vão ficar localizados. Este é o momento em que determina se quer que o seu lago Koi tenha uma queda de água ou cascata de pedras. Tenha em atenção que o PVC flexível é mais fácil de ser utilizado ao longo das linhas irregulares de um lago.

Escavar a profundidade do lago: deve começar a escavar o local onde vai ficar o seu lago Koi e certificar-se que o buraco tem a profundidade necessária para que os peixes possam sobreviver. Tenha em atenção os aspetos seguintes:

  • Criar prateleiras para plantas e uma fossa profunda no meio para mais tarde introduzir cascalho e estimular o crescimento de bactérias;
  • Manter as margens do lago agudas para que a escavação não colapse quando forem acrescentadas pedras;
  • Utilizar a terra retirada para criar uma margem de plantação à volta do lago e dividi-la em vários níveis de forma a garantir uma aparência mais diversificada e natural;
  • Enterrar os canos debaixo das margens, antes que estas tenham plantas.

Instalar o liner: um liner é uma tela em PVC que reveste toda a extensão de um lago ou piscina, incluindo chão e paredes. Para determinar o tamanho de um liner, meça o comprimento e a largura do lago. Acrescente a cada medição, pelo menos o máximo da profundidade do lago, mais um metro. Esta medida é suficiente para a construção dos contornos e das margens de um lago. Coloque o liner na escavação e cubra-o com cascalho em cada margem ou contorno, de forma a impedir que ele se movimente. Alguns técnicos colocam uma camada de areia limpa como uma almofada protetora do liner, especialmente se o solo contém pedras afiadas ou raízes salientes.

Colocar as rochas: a colocação de rochas cria um ambiente mais natural, o que faz com que este seja um dos passos fundamentais na construção de um lago Koi. Uma das condições obrigatórias passa por utilizar rochas largas em determinados pontos-chave, de forma a manter o liner o mais seguro e estável possível. Por outro lado, também deve colocar rochas no perímetro do lago para que este não fique com um ar artificial.

No momento da instalação, deve cobrir todo o liner com pedras pequenas, cascalho ou rochas. Deixe um espaço por preencher para o skimmer e para a queda de água e acrescente luzes à medida que for colocando as rochas. Tenha o cuidado de colocar os cabos e os acessórios de fixação por detrás das rochas, de forma a não ficarem visíveis e a não comprometerem a beleza do seu lago. Certifique-se que o liner está completamente coberto, de forma a ter uma melhor apresentação e proteção contra os raios solares.

Lavar e preencher o lago: coloque uma bomba de depósito na parte mais baixa do lago e comece a lavar as rochas com uma mangueira. Durante a lavagem, quando verificar que já não sai qualquer tipo de sujidade das rochas, deve remover a bomba de depósito e encher o lago.

Construir a queda de água: Se a queda de água faz parte do projeto do seu lago, construa-a no topo de uma das bermas, uma vez que as rochas já se encontram instaladas.

Colocar as plantas: utilize plantas de água e plantas de terra e coloque-as dentro e nas margens do lago. Tenha em atenção que as plantas de água devem ser mantidas em potes na superfície do lago. À medida que as plantas vão crescendo, os potes ficam escondidos com a folhagem das plantas.

Enfeitar o liner: por norma, o comprimento de um liner é prolongado além do produto acabado, o que significa que o poderá enfeitar a seu bel-prazer ou dobrá-lo por debaixo das bermas.

Acrescentar bactérias e peixes ao lago: geralmente, é melhor que as bactérias circulem na água do lago durante alguns dias antes dos peixes serem introduzidos na água. Este período inicial é muito importante, pois é quando se verifica se existe ou não alguma fuga ou problemas no equipamento. Posteriormente, depois dos peixes serem colocados no lago, os seus desperdícios vão conduzir ao crescimento de algas e isso vai permitir que as bactérias estabilizem na água. Tenha em consideração que não devem ser colocados peixes com mais de 30 centímetros por cada 7,5 m2 da superfície do lago para que não stressem ou corram riscos de vida.

A sua votação: 
Average: 4.8 (12 votos)
Fervens was created by Design Disease for WordPress, brought to you by Smashing Magazine.
Ported to Drupal by Leow Kah Thong - Freelance Drupal Developer.